Qual é o próximo passo para as vencedoras do UFC Glasgow?

Neste domingo duas boas lutas femininas agitaram a Escócia e fizeram muitos fãs vibrarem com boas performances. Na categoria peso galo Leslie Smith venceu a estreante Amanda Lemos por nocaute no 2 round e Cynthia Calvillo saiu vencedora contra Joanne Calderwood na decisão unânime dos juízes. Mas qual seria uma boa próxima luta para as vencedoras do UFC Glasgow?

Leslie “the peacemaker” Smith

Leslie Smith enfrentaria Lina Lansberg que se lesionou e deixou a luta. A brasileira Amanda Lemos aceitou o desafio com pouco tempo de antecedência e o duelo acabou com um nocaute da americana, muito também em função do cansaço da brasileira. Independente das circunstâncias Leslie engatou sua segunda vitória consecutiva pela primeira vez no UFC.

Tendo passado pelo top 15 da divisão por duas vezes, Leslie volta a figurar pela terceira vez no ranking das melhores da categoria e desta vez pretende se firmar. Sem perder tempo, ainda no octógono a americana desafiou Bethe Correia afirmando querer usar a brasileira para escalar no ranking. Porque não fazer essa luta acontecer?

Bethe vem de má fase e Leslie nunca conseguiu provar que faz parte das atletas de elite do peso galo. Amantes da trocação, certamente essas atletas nos dariam um show, fazendo a vencedora avançar uma casa a mais e a derrotada certamente a deixar o top 15 da divisão.

Cynthia Calvillo

Uma atleta em ascensão e com grandes chances de disputar em breve o cinturão da categoria peso palha do UFC, a invicta atleta da renomada academia Team Alfa Male não teve dificuldades para vencer a estrela da casa Joanne Calderwood, chegado a quase finalizar a adversária por duas vezes.

Com exceção da campeã, apenas 2 atletas possuem 3 vitórias consecutivas na categoria peso palha. Felice Herring e Cynthia Calvillo. Talvez ainda seja cedo para dar uma disputa de cinturão a jovem atleta com ascendência mexicana e um teste final seria interessante para tirar a prova dos nove quanto ao seu potência para fazer frente à dominante campeã Joanna Jedrzejczyk.

Tecia Torres é a atual número 5 do ranking e vem de uma boa vitória por finalização sobre a brasileira Juliana Lima e seria uma boa prova final para decidir quem daria um passo rumo a disputa de título e quem andaria casas atrás adiando a chance de se tornar campeã no maior evento de MMA do mundo. Habilidosas tanto no chão quanto na luta em pé, seria difícil apontar uma favorita para o duelo, porém colocaria um fim na dúvida sobre qual atleta está melhor credenciada para seguir rumo ao cinturão.

COMENTÁRIOS

comentários

Edgard Garcia
Edgard Garcia, brasileiro, amante de lutas e de esportes. "Vejo o MMA como paixão mundial dentre alguns anos, e amanhã, quando olhar para trás, quero ver o quanto o esporte evoluiu, as oportunidades cresceram e a vida de muitos tomou um rumo melhor por meio do desporto".