Prata no Mundial, Fernanda Mazzelli comenta drama antes do torneio: “Achei que não ia lutar”

Um dos maiores nomes da história dos Mundiais da IBJJF, Fernanda Mazzelli acumula três conquistas do torneio como faixa-preta. A lutadora foi a primeira mulher a faturar o título em três divisões diferentes na competição. Ouro no Campeonato Brasileiro desse ano quando derrotou Claudia Do Val, número 1 do mundo no ranking da organização, Fernanda Mazzeli estava confiante para ir em busca do tetra, porém, um problema no mínimo curioso acabou atrapalhando os planos da lutadora:

— Tudo começou no domingo anterior ao Mundial, como se fosse uma espinha interna, já na segunda-feira estava com o olho praticamente fechado, não sei o que foi, talvez tenha colocado a mão e piorou. Fui no oftalmologista, e ele falou que foi uma celulite pré septal, uma inflamação nas pálpebras, uma bactéria que infeccionou e irritou essa parte do olho, tomei anti-inflamatório, e mesmo assim fui para o Mundial. Achei que não ia lutar, mas acabei optando por não competir apenas no absoluto, apenas categoria, e mesmo com esse problema fui para a final.

Apesar de passar por esse “drama”, a lutadora conseguiu competir, mesmo sem estar com o olho 100% recuperado. Competindo na divisão peso-pesado, Fernanda derrotou Talita Treta na Pirâmide de Long Beach para conquistar sua vaga na final. Prejudicada pela inflamação no olho direito, Fernanda acabou perdendo a final para Nathiely Karoline, campeã do torneio tanto categoria, quanto absoluto.

— Queria que tivesse sido diferente, essa inflamação no meu olho me prejudicou bastante, me desanimou muito, mas não é desculpa, dei o máximo que podia fazer devido as essas circunstâncias.

Além da medalha de prata adquirida no Mundial desse ano, a capixaba ainda voltou com uma medalha de bronze na bagagem no retorno para Guarapari. A lutadora ficou com o terceiro lugar no Mundial absoluto do ano passado, já que a campeã, na ocasião Tayane Porfírio, foi pega no doping e acabou perdendo a medalha de ouro. Obstinada a conquistar o título Mundial pela quarta vez, Fernanda promete que vai voltar ainda mais forte no próximo ano:

— Com certeza, vou sempre estar brigando pelo primeiro lugar sempre, cada vez mais demonstrando vontade, vou em busca do tetra! — finalizou Mazzelli.

Com mais uma medalha conquistada na carreira, Fernanda se mantém ativa nos treinos enquanto se prepara para as próximas competições que estão por vir esse ano.

COMENTÁRIOS

comentários

Pedro Henrique
Respiro WMMA 26 horas por dia, só irei descansar quando as mulheres chegarem no mesmo nível dos homens!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA