Marina Rodriguez encara Alexa Grasso no UFC Fortaleza

Marina Rodriguez, atleta da equipe Thai Brasil, confirmou na manhã deste sábado que fará sua segunda luta pelo UFC n dia 2 de fevereiro, em Fortaleza (CE), contra a mexicana Alexa Grasso, de 25 anos. Alexa tem um cartel de 10 vitórias e duas derrotas, ambas no UFC.

Marina fez sua estreia no UFC, maior organização de lutas do mundo, no dia 22 de setembro, quando empatou com a iraquiana radicada no Canadá Randa Markos.

Moradora do bairro Ingleses, no Norte da Ilha, Marina é gaúcha de Bagé, mas foi em Floripa, onde vive há muitos anos, que deu seus primeiros passos nos esportes de luta. Logo, se destacou com vitórias em eventos regionais. No começo desse ano, já invicta com 10 vitórias em 10 lutas, Marina participou do reality show Contender Series Brasil, onde venceu uma luta e foi chamada para o UFC. Após o empate com Randa Markos, Marina segue invicta no MMA.

Apesar do sucesso internacional, da chegada ao maior evento de lutas do planeta e da invencibilidade, Marina ainda não possui nenhum patrocinador, contando apenas com alguns apoiadores em Floripa. Marina segue buscando parceiros que queiram patrocinar a atleta no maior evento de MMA do mundo.

Marina hoje conta com o apoio da Academia Proquality Inglêses, Influx Escola de idiomas nos Ingleses, Sacolão de frutas e verduras dos Ingleses, podóloga Sheila Bello, Estética Moriah, Rex Fighter e fisioterapeuta Regis Santos. que fornecem produtos e serviços à atleta.

Alexa Grasso é natural de Guadalajara, cidade onde o Brasil conquistou o tricampeonato no Futebol em 1970. Sua estreia no MMA profisssional foi em 2012. Depois de quatro lutas invictaq em eventos menores, em 2014 estreou no Invicta FC, evento americano exclusivo para mulheres onde conseguiu quatro vitórias em quatro lutas.

A estreia no UFC foi em 2016, quando venceu a americana Heather Jo Clark por decisão unânime dos jurados. Em fevereiro de 2017, na sua segunda luta no UFC, Alexa teve sua primeira derrota na carreira, quando já havia atingido um cartel de 9-0 (nove vitórias em nove lutas). Foi diante da americana Felice Herrig.

Ainda no ano passado, em agosto, Alexa Grasso voltou a vencer, desta vez superando Randa Markos, a mesma que empatou com marina Rodriguez na estreia da brasileira no UFC. Depois disso, no seu mais recente combate, Alexa Grasso voltou a perder, desta vez para a americana Tatiana Suarez, quando sofreu a primeira finalização de sua carreira.

COMENTÁRIOS

comentários

Pedro Henrique
Respiro WMMA 26 horas por dia, só irei descansar quando as mulheres chegarem no mesmo nível dos homens!