Arielle Souza comemora bom momento na carreira

Arielle Souza recentemente conquistou duas vitórias em um período de quarenta dias, a lutadora paulista venceu Maristela Costa e Graziele Ricotta, respectivamente e demonstrando um chão afiado, já que foram duas finalizações e vem construindo seu nome na categoria peso palha nacional.

A atleta que estreou no MMA em 2012, sofreu duas derrotas seguidas na carreira, optou por afastar do esporte para aprimorar tecnicamente e agora quer manter a sequência de vitórias em 2014.

Parceira de treinos de Day Fox, a Arielle conversou com nosso site para contar mais sobre a sua trajetória no mundo das artes marciais e um pouco mais do seu lado pessoal.

Conte como foi o seu início nas artes marciais?

Eu comecei a treinar com 15 anos, comecei fazendo boxe e gostei de praticar depois de 1 ano fazendo boxe meu mestre me convidou para fazer jiu-jitsu fiz uma aula e amei ,já fazendo 6 meses que estava no jiu jitsu resolvi fazer MMA e amei por ser um esporte completo ai onde me encontrei e comecei a me focar para querer competir como os outros,eu sou da equipe Macaco Gold Team do professor Vagner Curió,que se localiza em Ribeirão Pires, São Paulo,minha equipe é minha família

Fale um pouco mais sobre a equipe que você faz parte

Todos são grandes atletas aprendo a cada dia com cada um que sempre me ajuda e estão comigo,porque sozinhos não chegamos em lugar nenhum.

Como foi a decisão de migrar para o MMA? A família foi contra ou a favor ?

Eu ia direto em luta das meninas que da minha equipe e ajudavam elas treinarem, um certo dia resolvi me focar ainda mais para competir também e poder lutar igual a elas, meu mestre sempre foi meu espelho ,e ia em lutas de MMA dele também ai resolvi de vez lutar e meter a cara igual a todos os atletas

Sempre gostei de artes marciais e hoje é minha paixão amo fazer o que faço, sou muito focada e determinada isso me ajuda bastante em questão de competições

Se tratando de família ,parte dela não concorda com minha escolha, mas tenho apoio de alguns que sempre estão comigo e são meus fãs! E se tratando dos meus pais essas são meus fãs número um.

O que faz além de treinar e lutar. Trabalha ou estuda? Qual é o seu hobby favorito?

Atualmente só trabalho e treino,como comecei a treinar cedo depois dos estudos não quis me formar  na faculdade pois não queria deixar de treinar , pois não iria conseguir administrar serviço faculdade e treino. Eu gosto de ficar deitada escutando música.

Quem é a sua lutadora favorita ?

Cris Cyborg.

Suas últimas duas vitórias foram por finalização? Fale um pouco sobre o jiu-jitsu na sua vida.

Minhas duas últimas lutas foram por finalização,uma por arm lock e outra por americana, a arte suave foi uma luta onde aprendi mais rápido, participo de competições de jiu-jitsu também onde sou campeã brasileira, campeã panamericana e campeã de Submission ADCC, jiu-jitsu para mim não é arte é vida ,

Aproveite o espaço e deixe uma mensagem de agradecimento 

Agradeço primeiramente a Deus minha base de tudo,agradeço ao meu faixa preta Vagner Curio por sempre acreditar em mim, ao Givanildo Silva pela oportunidade,a toda minha equipe Vagner Curio Gold Team,que sempre me ajuda,aos meus patrocinadores Casca Grossa Kimonos, Lapella Fight, Forcefild.

 

COMENTÁRIOS

comentários

Pedro Henrique
Respiro WMMA 26 horas por dia, só irei descansar quando as mulheres chegarem no mesmo nível dos homens!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA